quinta-feira, 13 de novembro de 2008

A força nas palmas

Adoro aqueles condutores que abrem a mãozinha no volante nas curvas ou numa sequência de manobras como no estacionamento. Como que a dizer: "eu domino este veículo na perfeição, ok?" um Ok arrastado e pedantezinho. 
Estou a lembrar-me de vários amigos que o fazem, mas este post não tem nada a ver chuac, chuac, beijinho, gosto muito de vocês.
Mas então, ainda hoje apanhei uma dessas criaturas, a 10 à hora numa rotunda, olhando pelo espelho retrovisor o que lhe deu um excelente ângulo da minha cara de grito quando se atravessou nas duas únicas faixas. Uma prática também muito popular entre os senhores condutores.
De mãozinha aberta a rodar o volante e à velocidade de dono do tempo e do mundo aos esses na puta da rotunda.

2 comentários:

Inês disse...

Espero não me tornar num desses condutores :|

Patrícia disse...

ARRRR!!!!...até metem raiva!
Mas o que eu detesto mesmo são os chicos espertos que se metem na faixa para Setúbal na via rápida, quando o que querem mesmo é ir para Lisboa. e depois ficam ali, a tapar passagem!!!
ARRRRRRR!!!!!.....

acerca da menina