sábado, 9 de julho de 2011

I´m sorry, what?


Esta onda de mulheres perfeitas que logo depois de parir  - que é como quem diz logo no primeiro ano de vida dos putos - estão em óptima forma física e mental; conseguem arranjar as unhas e ir ao cinema; fazer receitas maravilhosas e ainda escrever nos blogues como; namorar imenso os maridinhos; dedicar bom tempo à querida família que quer, precisa, exige imenso tempo com a criatura recém chegada; andar sempre com óptimo aspecto, penteadas, maquilhadas e sorridentes, começa a irritar-me.
Eu que tenho dias em que nem consigo pentear-me porque tenho gritos; um dia após descobrir que ela adora estar dentro da banheira vazia a brincar com os patinhos e assim me permite disfrutar do MEU banho, apanho-a  - com o coração a saltar-me pela boca - ainda no ar mas já de cabeça para baixo em queda livre porque "oh... o patinho caiu pro chão, vamos lá ver se me empoleiro aqui e consigo apanhá-lo"; tenho lá cabeça para dietas, assalta-me sempre uma fome descomunal; quero lá saber de vida social, o que me importa é estar na cama às nove da noite e de preferência não acordar com o batuque da merda do Pé Nu.
Caralhinho.

4 comentários:

Maria Bem me Quer disse...

Tão linda. Que máximo. Muitos Parabens. Um beijo enorme e não deve ser nada fácil, mas deve ser muito compensador.

Raquel disse...

Ohoh...isso não está fácil! Mas adorei e concordo a 100%, apesar de nunca ter passado por essa experiência. Está linda, a D! :-) Como é que elas têm tempo para isso tudo se nem eu tenho?!...

I disse...

são buéda eficientes.

Inês e Filipe disse...

A escrita, como sempre, é fantástica.

F.

acerca da menina