quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Ser mulher

E conduzir um carro é mais ou menos isto:
não dar passagem a ninguém em nenhum cruzamento passando devagar sem sequer virar a cabeça; não parar nas passadeiras porque ops estava distraída; demorar horas para sair da bomba de gasolina nem que esteja uma fila de duzentos kilómetros atrás de nós; passear a casa toda no porta bagagens; fazer colecção de garrafas de água e migalhas de bolacha no interior do carro; ter crises de choradeiras fenomenais e continuar a conduzir.

1 comentário:

Segredo Cor de Rosa disse...

Completamente. E o carro torna-se o nosso melhor amigo.
E quantas e quantas vezes estamos com uma telha que não cabe dentro de casa, pegamos no carro e vamos ver o mar, só para levar com o ar da maresia na cara e respirar melhor...
Quanto voltamos, sentimos que, ser mulher é isto mesmo.
Li o teu blog todo. E gostei bastante.
tambem vivo na margem sul.
Acho que o teu trabalho deve ser interessante, mas tambem deve haver dias de fugir.

acerca da menina