sábado, 12 de junho de 2010

Nicho de mercado


Nunca tinha pensado nisso, mas os gadgets dos velhinhos são os equipamentos hospitalares.
Descobri isto quando vi um grupinho muito excitado a olhar para uma montra destes produtos:
"ai que jeitoso aquele banquinho de pôr na banheira" e por aí adiante.
Levamos uma vida inteira a tentar sair o menos possível de casa:
- às crianças compramos todos os brinquedos do mundo;
- os adolescentes fazem amigos e conversam no computador;
- os adultos inventam ginásios - conheço até alguém muito triste que tem um espaldar (!) na sala;
- os velhinhos levam o hospital para dentro do lar.

A conseguirem, teremos cada vez menos velhitos nos hospitais e centros de saúde. O que como actual frequentadora dos últimos muito me alegraria, porque essa malta ocupa todas as cadeiras muito convictos da sua incapacidade e indiferentes a todos os outros. Que, no caso, são grávidas e ciganos, os outros dois grupos de populacionais a recorrerem aos serviços.
E também me cansa toda aquele desfilar de úlceras, hérnias, hemorróidas e tornozelos tumefactos ("dei uma queda"), diabetes e cóstrol a combinar com o já aqui comentado Old Smell.

2 comentários:

Segredo Cor de Rosa disse...

Adorei o novo aspecto do blogue. Finalmente o Blogger preocupou-se com os seus utilizadores.
Tadinhos dos velhotes, partem-me a alma. Principalmente aqueles que se vêm a braços com a solidão ou com a família que não está nem aí para eles.

I disse...

Obrigada!
e... espero que não tenhas lido os meus outros posts sobre velhotes. Sou péssima.

acerca da menina