segunda-feira, 28 de julho de 2008

De Gritos

Os homens portugueses queixam-se que nós somos "muito fechadas".
Após mais ou menos 15 anos de análise e experiência concluo que, a ser verdade, muito eles contribuem para tal. Tenho alguma autoridade na comparação com outros povos porque uma vez por outra dou uns passeios por esse mundo fora.
Vou só dar dois exemplos comparativos que ocorrem quando, nem que seja por uns singelos segundos, nos atrevemos a pôr o pézinho na rua.

Há dez anos:

em Itália com as amigas:
- ti amo!
- bellissima!
reacção: risinhos, alguns acenos e boa disposição geral.

chegadas a Lisboa, logo no aeroporto:
- mesmo boas!
- (o muito em voga na altura) Eh carapau!
reacção: vontade geral de vomitar e algumas tentativas de entrar no vôo seguinte para Itália.

Na semana passada:

passeando no Porto, sai uma cabeça de um carro que acaba de me fazer uma tangente:
- oh boua!
reacção: notinha mental para comprar uma metralhadora e rebentar-lhe os miolos.

passeando em São Paulo, um motoboy bastante afastado:
- gataaa!
reacção: sorriso aberto ao rapazola que seguiu sua vidinha fazendo adeus.

Concluo que os homens portugueses não têm jeito nenhum para abordar desconhecidas na rua e disfarçam a insegurança com agressividade. É que a simpatia custa muito mais a sair e assim não saem de orgulho ferido. Quando em grupos as criaturas competem na estupidez e chegam a ser ofensivos.
Vamos lá sair das cavernas, meus senhores.

3 comentários:

Patrícia disse...

100% de acordo miga!!!
São umas bestas!!!

Anabela disse...

Olá. Desculpa o atrevimento, mas como estás adicionada a La sevilhana ( minha prima), acabei por ver o teu blog... e achei curioso, este post porque hoje escrevi um semelhante e não posso estar mais de acordo contigo.
Passa pelo meu blog e dá uma espreitadela.
Beijinho

la sevilhana disse...

Oh pá...a mim ninguém me manda piropos...ou "Qué guapa coño!" e "Tienes una belleza de puta madre" é aceitavel como tal?? Hum...não me parece...por isso somos hermanos, portugueses e espanhóis têm a mesma espontaneidade e glamour nas palavras.Muito à frente!

acerca da menina