sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Lembram-se daquele post com uma conversa ao telefone?
Cá vai mais uma pérola que, só por si, justifica o facto de eu ainda lhe atender o telefone:

- "Ainda te lembras de mim?"
- "Lembro, claro. Está tudo bem?" - Porque é Natal e ano Novo e não queria ser má logo nestes dias.

- "Sabes... tipo... eu nunca me esqueci de ti."
- "Bem, estou impressionada, já passaram quê... três meses desde que falámos ao telefone?!" - Costumo usar a ironia como o primeiro sinal de aviso.

- "ya... e tipo, eu... tipo, conheço muita gente e lembro-me sempre de ti. Daquela nossa dança."
- "olha, eu estou tipo a despachar-me pra ir trabalhar, tenho que desligar, fica bem, bom ano." 

-"se me deixasses falar mais um bocadinho sei que ias gostar bué de mim. Eu sou bué fixe."
- "experimenta doses mais pequenas de pretensão."

-"quê?"
-"nada, fui." 
*tuuuuuu....*

E perguntam vocês: mas como assim dás o teu número a um negão com quem dançaste uma única vez?
Porque sou parva. 

3 comentários:

Inês disse...

Epá..lolol chorei a rir!

hugo veiga disse...

o álcool, ai o álcool...

I disse...

nem essa desculpa tenho... buááá.

acerca da menina